Menssagem de erro

  • Deprecated function: implode(): Passing glue string after array is deprecated. Swap the parameters em drupal_get_feeds() (linha 394 de /home/latec/inovarse.org/includes/common.inc).
  • Deprecated function: The each() function is deprecated. This message will be suppressed on further calls em _menu_load_objects() (linha 579 de /home/latec/inovarse.org/includes/menu.inc).

INCLUSÃO DA DIMENSÃO AMBIENTAL NA MATRIZ DE DESEMPENHO ORGANIZACIONAL DE UMA EMPRESA PÚBLICA BRASILEIRA: UM ESTUDO PRELIMINAR DE ADEQUAÇÃO DE INDICADORES

Código do trabalho: 
T11_0371_1825
Resumo: 
O conceito de desenvolvimento sustentável embasado em acordos internacionais se difundi de forma generalizada e, através de processos de institucionalização, alcançam e transformam as organizações públicas, fazendo com que incorporem ou desenvolvam modelos de gestão que favoreçam a transparência de ações e decisões e a comunicação com a sociedade. Normalmente, focalizadas na apuração e controle de indicadores relacionados à dimensão econômica, as organizações estão paulatinamente dirigindo a atenção para tratamentos mais amplos de outros indicadores relacionados ao desenvolvimento sustentável, principalmente os relacionados à dimensão ambiental. No Brasil, isto ocorre na administração pública de uma forma ainda bastante discreta, dado o predomínio de protocolos de comunicação de resultados regulados e formatados em cumprimento a diretrizes estabelecidas pelo poder central, com pouco espaço à introdução de indicadores direcionados ao desempenho na proteção e recuperação do meio ambiente. Havendo, também, pouca flexibilidade para adaptação de mudanças conceituais neste sentido. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é analisar a viabilidade de introdução de indicadores da dimensão ambiental do desempenho organizacional na matriz de indicadores da Casa da Moeda do Brasil (CMB) visando seu alinhamento às diretrizes da Global Report Initiative (GRI) para esta dimensão. A referência da GRI justifica-se, por constituir se iniciativa apoiada pela ONU para padronização e apresentação de relatos em sustentabilidade em nível internacional. A avaliação e a validação do relato se fazem através dos stakeholders, o que se coaduna com a perspectiva do Novo Institucionalismo. Os resultados, baseados em análise de documentos e entrevistas sustentam a viabilidade do alinhamento de indicadores de desempenho almejado, apresentando-se, também, indicações de como operacionalizá-lo.
Abstract: 
The concept of sustainable development grounded in international agreements is spread widely and, through processes of institutionalization, reach and transform the public organizations, causing them to incorporate or develop management models that enhance transparency of actions and decisions and communication with society. Usually focused on verification and control of indicators related to the economic dimension, organizations are gradually turning its attention to broader treatments of other indicators related to sustainable development, especially those related to the environmental dimension. In Brazil, this occurs in public administration in a very discreet yet, given the predominance of protocols for reporting results formatted and regulated pursuant to guidelines established by the central government with little room for the introduction of performance indicators aimed at protecting and recovering the environment. There is also little flexibility to adapt to changes in the conceptual sense. In this context, the objective is to examine the feasibility of introducing indicators of the environmental dimension of organizational performance indicators in the matrix of the Casa da Moeda of Brazil (CMB) aiming their alignment with the guidelines of the Global Report Initiative (GRI) for this dimension. The reference the GRI is justified since this would be if the ONU initiative to standardize and presentation of reports on sustainability at the international level. The evaluation and validation of the account are made by the stakeholders, which is consistent with the view of New Institutionalism. The results, based on analysis of documents and interviews support the feasibility of the alignment of performance indicators desired, presenting also directions on how to operationalize it.