Menssagem de erro

  • Deprecated function: implode(): Passing glue string after array is deprecated. Swap the parameters em drupal_get_feeds() (linha 394 de /home/latec/inovarse.org/includes/common.inc).
  • Deprecated function: The each() function is deprecated. This message will be suppressed on further calls em _menu_load_objects() (linha 579 de /home/latec/inovarse.org/includes/menu.inc).

Prevalência das Big Four em Companhias Abertas: Um estudo a partir de dados do Guia IMF 2009-2010

Número: 
2515
Código do trabalho: 
T12_0464_2515
Resumo: 
Por força de legislação brasileira, as companhias abertas estão obrigadas a contratarem serviços de auditoria independente para auditarem as suas demonstrações contábeis. Contudo, a legislação não estabelece quais empresas devem ser contratadas. Acredita-se que as quatro maiores empresas de auditoria do mundo são as que aparecem com maior frequência. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa é apresentar a prevalência das Big Four em 406 companhias abertas listadas no Guia IMF 2009-2010. Realizou-se pesquisa descritiva e documental com abordagem quantitativa. Os achados da pesquisa revelam que a prevalência das Big Four em companhias abertas é de 62,8%. O Estado de Minas Gerais apresentou prevalência de 81,5% e os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo apresentaram, conjuntamente prevalência de 64,7%. Em relação ao setor de atividade, os Bancos apresentaram maior prevalência, que foi de 82,6%, seguido dos setores de Energia, de Serviços Financeiros, e foi menor nos setores de Vestuário, de Alimentos e de Empreendimentos Imobiliários/Construção. A Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes foi a que mais serviço de auditoria prestou, apresentando prevalência de 19,2%. As Não Big Four que mais se destacaram foram a BDO Trevisan Auditores e a Terco Grant Thornton Auditores Independentes Por fim, sugere-se que futuros estudos possam examinar outras amostras, além de realizar estudo qualitativo.
Abstract: 
Under Brazilian legislation, companies are required to hire independent auditing services to audit their financial statements. However, the legislation does not establish which companies should be hired. It is believed that the four largest auditing firms in the world are those that appear more frequently. In this context, the objective of this research is to present the prevalence of the Big Four in 406 companies listed in the IMF Guide 2009-2010. We conducted descriptive and documental study with quantitative approach. The research show that the prevalence of the Big Four in companies is 62.8%. The state of Minas Gerais showed a prevalence of 81.5% and the states of Rio de Janeiro and São Paulo presented jointly prevalence of 64.7%. Regarding the activity sector, the banks had a higher prevalence, which was 82.6%, followed by the sectors of Energy, Financial Services, and was lower in the sectors of clothing, food and Construction. Deloitte Touche Tohmatsu was the most audit service provided, with a prevalence of 19.2%. Not the Big Four the most audit service provided were BDO Trevisan Auditors and Independent Auditors Grant Thornton Terco Finally, it is suggested that future studies may examine other samples, and perform a qualitative study.