GESTÃO PARA ESTIMULAR A EFICIÊNCIA ENERGÉTICA: O CASO DO REGULAMENTO BRASILEIRO DE EDIFICAÇÕES.

Número: 
3768
Código do trabalho: 
T13_0607_3768
Resumo: 
Energia é fundamental para se alcançar as Metas de Desenvolvimento do Milênio. Neste contexto, instrumentos que promovem a eficiência energética devem receber a gestão adequada, de modo que sejam implantados com sucesso. Este estudo trata do Regulamento de Eficiência Energética para edifícios no Brasil, mostrando como aspectos de gestão e aspectos técnicos podem dificultar a adesão da sociedade a este instrumento. Para isto, realiza-se uma pesquisa de opinião com stakeolders do mercado da construção civil. Além disto, faz-se uma análise energética de edifício que obteve a Etiqueta PBE-Edifica através do Regulamento brasileiro e que também busca certificado internacional de Construção Sustentável. Como resultados principais, identifica-se uma diferença entre as ações para implementação do Regulamento e a expectativa dos agentes do setor que foram entrevistados. Além disto, observa-se que alguns critérios técnicos do Regulamento demandam ajustes para favorecer a busca pela energia sustentável.
Abstract: 
Energy is central to achieving the Millennium Development Goals. In this context, instruments that promote energy efficiency must receive proper management, in order to be successfully implanted. This study deals with the Energy Efficiency Regulations for buildings in Brazil. It aims to highlight how management and technical aspects may hinder adherence to this instrument by the market. The methodology includes a survey among stakeolders of the construction market. And also the energy efficiency analysis of a building which received the Brazilian label PBE-Edifica and applied for an international certificate of Sustainable Construction. As main results, we identify a difference between the actions for the implementation of Regulation and the expectation of market players who were interviewed. Furthermore, it is observed that some technical criteria of Regulation require adjustments to encourage the search for sustainable energy.