PROPOSTA DE DIRETRIZES PARA GESTÃO DE CONTRATOS NA ADMINSITRAÇÃO PÚBLICA

Número: 
3397
Código do trabalho: 
T13_0575_3397
Resumo: 
A gestão de contratos governamentais tem se constituído como uma atividade capaz de se impor como um processo que, de forma sistemática, pode, por meio de estratégias claras de gestão, maximizar o desempenho da ação estatal em múltiplos sentidos, minimizando os impactos sociais que estão envoltos nas contratualizações realizadas pelo Estado. O objetivo deste estudo é desenvolver um conjunto de diretrizes para gestão de contratos. Para verificar a validade das diretrizes, a pesquisa se utilizou do método de consulta a especialistas. Utilizaram-se técnicas estatísticas: escala ordinal para facilitar o julgamento do especialista no momento da coleta de dados; o coeficiente alfa de Cronbach como forma de estimar a confiabilidade do questionário e dos dados obtidos; a correlação de Spearman para investigar a dependência ente a diretriz e seu protocolo; e o teste z para mensuração da significância da correlação. Os resultados mostram que as vinte e cinco diretrizes propostas e os seus respectivos protocolos são válidos e aderentes aos paradigmas do desenvolvimento sustentável. Como recomendação de pesquisas futuras, se sugere um conjunto de investigações relacionadas a cada uma das diretrizes de gestão de contratos, que envolva, dentre outras verificações, a mensuração dos níveis de maturidade da diretriz e seus impactos na efetividade organizacional.
Abstract: 
The management of government contracts has been constituted as an activity able to impose itself as a process that consistently, can, through clear management strategies to maximize the performance of state action in multiple directions, minimizing the social impacts that are wrapped in contratualizações held by the state. The objective of this study is to develop a set of guidelines for management contracts. To check the validity of the guidelines, the research used the method of consulting experts. We used statistical techniques: ordinal scale to facilitate the trial of specialist at the time of data collection, the Cronbach's alpha as a way to estimate the reliability of the questionnaire and the data obtained, the Spearman correlation to investigate the dependence being the guideline and its protocol, and the z test to measure the significance of the correlation. The results show that the twenty-five proposed guidelines and their respective protocols are valid and adhere to the paradigm of sustainable development. As a recommendation for further research, we suggest a series of investigations related to each of the guidelines for management of contracts, involving, among other findings, the measurement of the levels of maturity of the policy and its impact on organizational effectiveness.