FATORES ESTRESSORES DE FUNCIONÁRIOS DE BANCOS PRIVADOS DE VAREJO E POSSÍVEIS ESTRATÉGIAS PARA SUA MINIMIZAÇÃO

Número: 
3781
Código do trabalho: 
T13_0574_3781
Resumo: 
As grandes transformações que o sistema financeiro vem sofrendo têm contribuído para o surgimento de mudanças que afetam o processo de trabalho, elevando fatores de riscos que acabam resultando em doenças e que podem interferir na qualidade de vida dos funcionários. Com isso, o objetivo da presente pesquisa é conhecer os fatores estressores do trabalho em bancos privados de varejo e possíveis estratégias para sua minimização. Na revisão de literatura, foram estudados temas como Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) e principais teorias sobre Estresse Laboral. Foi realizada uma pesquisa de campo com uma amostra de funcionários de cargos gerenciais de dois grandes bancos privados de varejo. As entrevistas aplicadas foram analisadas para que se pudesse identificar os fatores estressores do trabalho e as possíveis opções de estratégias para que o estresse pudesse ser minimizado. Foram contempladas questões sobre o perfil dos funcionários e referentes aos fatores de impacto no estresse profissional. Os resultados foram analisados com uso de recursos da estatística descritiva. O artigo apresenta as conclusões sobre o conhecimento do problema por parte dos funcionários, a ciência da existência dos fatores estressores e que podem adotar muitas práticas para minimizá-lo, sendo apresentadas pelos funcionários algumas sugestões nesse sentido.
Abstract: 
The great changes that the financial system has suffered have contributed to the emergence of changes affecting the work process, raising the risk factors that result in disease and can affect the quality of life for employees. Thus, the aim of this research is to understand the stressors of work in private banks retail and possible strategies for their minimization. In the literature review, were studied topics such as Quality of Work Life and main theories about stress Laboral. We conducted a field study with a sample of employees in managerial positions of two large private banks retail. The interviews were analyzed applied so that they could identify the stressors of work and possible options strategies that stress could be minimized. Questions were included on the profile of employees and factors relating to the impact of professional stress. The results were analyzed using descriptive statistics resources. The article presents the findings on knowledge of the problem by the officials, the science of the existence of stressors and can adopt many practices to minimize it, and some suggestions submitted by employees in this regard.