EMPRESAS PARTICIPANTES DO ÍNDICE CARBONO EFICIENTE (ICO2) - BM&FBOVESPA: ANÁLISE COMPARATIVA DO RETORNO DAS AÇÕES E SENSIBILIDADE AO RISCO DE MERCADO.

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_249
Resumo: 
A presente pesquisa avalia alterações no retorno e na sensibilidade ao risco de mercado das ações das empresas que participam no Índice Carbono Eficiente (ICO2) – BM&FBOVESPA. Utilizou-se na análise o período compreendido entre 2011 a 2013. Para o alcance do objetivo proposto, adotou-se a estratégia metodológica dividida em dois estudos, denominados de Estudo "A" e Estudo “B”. No primeiro estudo, realizou-se uma análise comparativa entre empresas que ingressaram no ICO2 (27) e empresas que não ingressaram (8), utilizando para tanto uma abordagem quantitativa, analítica, com técnicas estatísticas de regressão pelo MQO e em painel. Já em relação ao segundo estudo, fez-se uma análise do grupo de empresas que ingressaram no ICO2 (27), observando o período pré e pós-admissão, cujas técnicas estatísticas utilizadas foram regressão SUR, MQO e em painel. A pesquisa utilizou dados secundários, compostos pelos preços das ações e pontos do Ibovespa, extraídos da base de dados Economática, para cálculo dos retornos. Os resultados evidenciaram que as empresas que ingressaram no ICO2 não apresentaram retornos das ações superiores em comparação ao grupo de empresas que não ingressaram no ICO2, mas apresentaram menor sensibilidade ao risco de mercado do que o grupo de empresas que não ingressaram no índice. Além disso, a análise focada apenas nas empresas que participam do índice não evidenciou uma mudança de comportamento nos retornos e na sensibilidade ao risco de mercado das ações desse grupo de empresas antes e após o ingresso no índice.
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016