CONJUNTO DE FATORES RESTRITIVOS PARA IMPLANTAÇÃO DE TECNOLOGIAS LIMPAS EM INDÚSTRIAS

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_125
Resumo: 
Nos últimos anos as indústrias em geral têm procurado adotar tecnologias limpas em seus processos, havendo diversas formas de fazê-lo: reduzindo emissões de gases do efeito estufa, substituindo combustível fóssil por biomassa, diminuindo o consumo de água, entre outros. Sendo assim, cada segmento industrial, comercial ou de serviços busca estruturar suas unidades com essas novas tecnologias. Porém alguns fatores podem tornar-se restritivos e apresentar barreiras que impedem essas atualizações tecnológicas na organização. Então, com o intuito do entendimento deste cenário, o presente artigo objetiva mapear os fatores restritivos para implantação de tecnologias limpas em indústrias no mundo. Através de uma extensa revisão de literatura em periódicos e relatórios internacionais, foi possível identificar quatro grupos de fatores: institucional, financeiro/econômico, tecnológico e social/cultural, e propor um conjunto de subfatores a eles relacionados. Espera-se que este trabalho contribua para o planejamento e implantação de tecnologias limpas, evitando-se os mesmos percalços encontrados em diversos segmentos industriais e minimizando o impacto gerado pela interrupção de tais ações.
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016