SUSTENTABILIDADE: UM ESTUDO NO SETOR DA MODA

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_120
Resumo: 
Diante do crescimento da concorrência internacional e de novas exigências relacionadas às demandas de sustentabilidade, as empresas do Setor Têxtil buscam, por diferentes estratégias, sobreviver na nova economia do século 21. Mesmo assim, para que o Setor Têxtil brasileiro se adapte à nova economia mundial é preciso desenvolver novos modos de produção e de gestão, focalizados na sustentabilidade e inovação. Este trabalho teve como objetivo entender como empresas do varejo têxtil lidam com o termo sustentabilidade. Foram analisados nas empresas aspectos como: modelos de produção, os impactos ambientais causados e como essas empresas definem sustentabilidade. Para a realização desta pesquisa, foram entrevistados 10 gestores de empresas, de pequeno e médio porte, localizadas na região de São Paulo e Grande ABC. Para a obtenção dos dados, foram feitas entrevistas com perguntas relacionadas aos três fatores da sustentabilidade: o social, econômico e o ambiental. Com base nas pesquisas de campo realizadas, conclui-se que os gestores destas empresas possuem um baixo nível de conhecimento sobre o assunto e seus três aspectos. Apenas 20% das empresas analisadas se preocupam em praticar as ações sustentáveis, pois acreditam em uma melhora em seu rendimento econômico.
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016