ANÁLISE DO NÍVEL DE DIVULGAÇÃO DOS INDICADORES ESSENCIAIS DA GLOBAL REPORTING INITIATIVE (GRI), VERSÃO G3, NAS PRINCIPAIS EMPRESAS DO SETOR DE TELECOMUNICAÇÃO QUE ATUAM NO BRASIL E SUA EVOLUÇÃO NOS ANOS DE 2011 E 2012.

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_073
Resumo: 
Com o crescente aumento da preocupação por melhores práticas para um mundo mais sustentável, irromperam-se várias ideologias, convicções e sugestões para mudanças. Com este pensamento surgiu a proposta de elaboração de relatórios de sustentabilidade que pudessem ser utilizados pelas empresas, dando início ao processo de criação da Global Reporting Initiative (GRI). A GRI é uma organização não governamental que tem como objetivo desenvolver relatórios de sustentabilidade que possam ser utilizados por diversas empresas de diferentes portes, para divulgação de seus resultados. A presente pesquisa se serviu das diretrizes da GRI, versão G3, para realizar análises dos relatórios de sustentabilidade das empresas de telecomunicação, nos anos de 2011 e 2012, para posteriormente se utilizar dos cálculos dos Graus de Aderência Plena (GAPIE) e de Evidenciação Efetiva (GEE). Com base nessas informações, tornou-se possível atingir o objetivo principal deste trabalho, que busca verificar o quanto do que foi requisitado nos indicadores essenciais, no âmbito econômico, social e ambiental, foi executado e o quanto do potencial dessas informações foi realmente apresentado. Para desenvolver este trabalho com êxito, realizou-se uma pesquisa exploratória, com abordagem qualitativa e não probabilística, com elaboração de análises sobre os relatórios de sustentabilidade, resultando no nível de evidenciação que a empresa possui, ou seja, se está seguindo o que a GRI (G3) propõe. Os resultados revelaram que, das 3 empresas estudas, nenhuma atingiu o nível máximo de divulgação. Seus níveis de divulgação ficaram entre médio e baixo. O melhor desempenho por categoria do GAPIE foi na área econômica, que também se verificou no GEE, encontrados nos dois anos analisados.
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016