FORÇAS SOCIAIS E CONSELHOS DE GESTÃO PARTICIPATIVA: UM CASAMENTO AINDA NÃO ESTABELECIDO

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_065
Resumo: 
Tendo como pano de fundo as manifestações populares ocorridas no Brasil em junho de 2013, este artigo teórico-reflexivo discute o acesso e a participação efetiva da sociedade nos Conselhos de Gestão Participativa do município do Rio de Janeiro, e analisa se esses mecanismos estão estabelecidos como espaços democráticos capazes de permitir que as forças sociais participem dos processos de planejamento e de gestão das políticas públicas. Como contribuição, sugere uma accountability democrática que traga maior credibilidade a esses conselhos, estimulando o cidadão a deles participar, aproximando governantes e governados, e permitindoa efetiva construção de uma democracia mais participativa e justa.
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016