CONTABILIDADE AMBIENTAL E GESTÃO AMBIENTAL: UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_104
Resumo: 
A exploração irresponsável dos recursos naturais reflete a preocupação da sociedade com o meio ambiente, de modo que as empresas não permanecem alheias a tal situação. O desenvolvimento de seus planos estratégicos, adoção de práticas e políticas visam prevenir, minimizar e controlar os impactos ambientais. Nesse contexto, diante da crescente preocupação com as questões ambientais, pesquisadores da área contábil têm se dedicado acerca desse tema evidenciando informações relevantes sobre a Contabilidade e Gestão Ambiental. Com vistas a isso, este estudo teve por objetivo verificar a evolução e características da produção científica nacional sobre os temas Contabilidade Ambiental e Gestão Ambiental. Para tanto, realizou-se uma análise bibliométrica nas revistas Ambiente Contábil, Catarinense da Ciência Contábil, Contemporânea de Contabilidade, Enfoque: Reflexão Contábil e Universo Contábil no período de 2010 a 2013. Os resultados demonstraram ascensão do interesse dos pesquisadores sobre esta temática a partir do ano de 2011. Verificou-se também a predominância da autoria feminina nos artigos, correspondendo a 55% do total da amostra, e constatou-se também que as instituições públicas estão à frente das instituições particulares, correspondendo a 52%. Evidenciou-se ainda, a existência de uma rede de colaboração, onde 98% das publicações foram produzidas em grupos, possibilitando a elaboração de uma de cooperação entre os autores e as instituições.
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016