A ATUAÇÃO DO BRASIL NAS MISSÕES DE PAZ: UM REFLEXO PARA O CONSELHO DE SEGURANÇA DA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_048
Resumo: 
Esta pesquisa teve como objetivo relatar de que forma foram as atuações do Brasil nas missões de paz e o reflexo para o conselho de segurança da organização das nações unidas – ONU. Quão importante foi o processo de contribuição do Brasil para a criação das Nações Unidas. Sua participação histórica como membro fundador das duas instituições de segurança coletiva, a Liga das Nações e a Organização das Nações Unidas, e também a participação nas duas Grandes Guerras colocam o País em posição que acentua a autoridade de suas intervenções naquele foro. No entanto, o que confere maior legitimidade ao Brasil é o legado de século e meio de paz e cooperação com os seus vizinhos. A ele se somam o esforço negociador permanente do arcabouço de regras que orienta a comunidade das nações e a participação nas iniciativas para a solução de conflitos e nas missões de manutenção da paz. O compromisso com o multilateralismo, que se consolidou como uma das diretrizes centrais da política externa brasileira, e a participação do Brasil nas missões de paz, e depois de acompanhar todo esse processo de socialização, chega-se a conclusão que as hoje, as missões de paz mobilizam cerca de 115 mil militares, policiais e civis, sob comando das Nações Unidas, em dezesseis países e o Brasil esta inserido também com sua vasta experiência neste assunto de anos a serviço da ONU levando segurança
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016