CONFLITOS AMBIENTAIS NA ZONA COSTEIRA: A PESCA E A ATIVIDADE PORTUÁRIA NO SUL DO ESPÍRITO SANTO

Número: 
XII CNEG & III INOVARSE 2016
Código do trabalho: 
T16_021
Resumo: 
O objetivo do estudo é avaliar os conflitos socioambientais na zona costeira do município de Itapemirim, em decorrência da instalação de um complexo portuário, propondo ações para mitigá-los. Para o almejado desenvolvimento econômico, é fundamental o fortalecimento da infraestrutura necessária que sustente este crescimento. No presente trabalho, tratamos especificamente da instalação de bases de apoio logístico offshore, necessárias ao desenvolvimento da indústria do petróleo. Sendo assim, o trabalho buscou através de um estudo de caso entender os conflitos decorrentes da atividade portuária, em especial das Bases de Apoio Logístico Offshore no município de Itapemirim, Distrito de Itaipava, no estado do Espírito Santo. A partir da identificação dos conflitos procurou-se propor uma metodologia de mediação de tais conflitos, buscando através do diálogo entre todos os envolvidos no processo, construir uma sociedade mais justa, atendendo aos anseios de todos. Buscou-se contextualizar o conflito em sua essência, os conflitos ambientais na zona costeira e a mediação ambiental em si, aplicando a metodologia da Matriz GUT para identificar os problemas junto à comunidade, e estabelecer o seu grau de prioridade, para enfim, aplicar um Diagnóstico Rápido Participativo – DRP buscando de forma consensual traçar uma metodologia construtiva de solução dos conflitos decorrentes.
Congresso: 
XII Congresso Nacional de Excelência em Gestão & III INOVARSE 2016