PROPOSTA DE APLICAÇÃO DOS CONCEITOS DE CONSTRUÇÃO ENXUTA NA OBRA DE INFRAESTRUTURA DO AEROPORTO INTERNACIONAL

Código do trabalho: 
T_15_283
Resumo: 
O atual mercado brasileiro da construção civil ao qual estão inseridas as obras de infraestrutura e que, no passado era fomentado tão somente por aportes públicos, está passando por alterações oriundas da real necessidade de acelerar o potencial de crescimento econômico “estagnado” por políticas e metodologias obsoletas de gerenciamento e controle das atividades fins. Entre essas alterações podem-se citar os contratos de concessão e as parcerias público privadas (PPP). Nesse cenário, torna-se imprescindível a adoção de um modelo gerencial que estimule a melhoria da produtividade e possibilite a redução de tempo entre o início e término da execução das obras. Baseado no Sistema Toyota de Produção, o presente trabalho, tem o objetivo de sugerir as diretrizes para estabelecer os conceitos e boas práticas tidas como padrão de excelência por meio do conceito de Construção Enxuta de Lauri Koskela (1992), destacando a importância de reduzir perdas relacionadas ao transporte, estoque, tempos de espera; aplicação do benchmarking como ferramenta de estímulo ao aprendizado organizacional e finalmente estabelecer o conceito de melhoria contínua como estratégia mitigadora dos eventos que ocasionam o desperdício entre as etapas de execução da obra. A metodologia fundamentou-se em pesquisa exploratória, bibliográfica e de estudo de caso. O universo dessa pesquisa é a obra do Aeroporto Internacional Tancredo Neves – Confins/MG, a amostra é a reforma, modernização e expansão do terminal de passageiros. Quanto à coleta de dados, este estudo utilizou o acompanhamento da evolução da obra in loco, custos incorridos no projeto e o tempo despendido na execução de cada etapa. As informações e dados coletados se deram através do portal Copa Transparente para a elaboração dos gráficos e tabela.