PLANEJAMENTO URBANO E SOLUÇÕES AMBIENTALMENTE ADEQUADAS PARA A PRESERVAÇÃO DE FONTES DE ÁGUA POTÁVEL.

Código do trabalho: 
T14_0346
Resumo: 
A atração de novos contingentes de moradores à procura de melhores condições de vida e trabalho para as grandes cidades metropolitanas, e a ausência de políticas de habitação adequadas tem causado um processo de exclusão da população de baixa renda, que pressionada e sem opções acabou por ocupar áreas de risco em encostas e margens de rios, córregos e represas. Essa pesquisa está focada para apresentar soluções tecnológicas para minimizar os impactos e danos ambientais objetivando a redução da degradação dos recursos hídricos em áreas de mananciais. A pesquisa foi norteada pela seguinte questão: como equilibrar os conflitos ambientais decorrentes da ocupação do solo e proteger a capacidade de recarga de água das áreas de mananciais em processo acelerado de urbanização? Como resultado, ações e soluções passíveis de serem aplicadas foram sugeridas levando-se em conta a situação típica desse tipo de área onde se encontram: (1) áreas densamente povoadas, (2) áreas de matas remanescentes preservadas, (3) áreas que sofreram ação antrópica e que estão, relativamente, bem conservadas e os danos ambientais estão contidos, (4) áreas que sofreram e continuam a sofrer a ação antrópica destrutiva, (5) áreas ocupadas, passíveis de remoção e recuperação ambiental.