A articulação entre academia e indústria na Bacia de Campos (RJ): Evidências a partir da atuação do Laboratório de Empreendimentos Inovadores na região.

Número: 
3039
Código do trabalho: 
T12_0500_3039
Resumo: 
As universidades e centros de pesquisa têm assumido cada vez mais um papel central no desempenho competitivo de regiões e nações. Isso tem se intensificado na medida em que as sociedades se inserem numa economia global, fundamentada no conhecimento e no desenvolvimento tecnológico e de inovações. No Brasil a situação não é diferente. Buscando afirmar-se definitivamente no cenário da chamada economia baseada no conhecimento, laboratórios e centros de pesquisa associados a universidades estão deixando os grandes centros e se interiorizando. O presente artigo busca fazer uma breve contextualização sobre as atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico empreendidas pelo Laboratório de Empreendimentos Inovadores da Universidade Federal Fluminense, na região da Bacia de Campos, que é o epicentro da indústria nacional de exploração e produção de petróleo e gás natural. Apesar da sua relevância econômica para o Estado do Rio de Janeiro e para o Brasil, essa região não possui tradição de pesquisa e desenvolvimento local de tecnologias e também apresenta um empresariado local reticente e cético com relação à atuação da academia. O Laboratório de Empreendimentos Inovadores, com pouco mais de dois anos de existência, tem trabalhado não apenas no intuito de transformar a cultura regional, como também na capacitação e treinamento do empresariado local, apresentando resultados promissores.
Abstract: 
Universities and research centers have increasingly assumed a central role in the competitive performance of regions and nations. This has intensified to the extent to which companies are inserted in a global economy based on knowledge and technological development and innovations. In Brazil the situation is no different. Seeking to assert itself permanently in the scenario of the so called knowledge-based economy, laboratories and research centers associated with universities are leaving the big cities and internalizing. This article seeks to make a brief background on the research and technological development undertaken by the Laboratory for Innovative Enterprises of Fluminense Federal University, in the Campos Basin, which is the epicenter of the national exploration and production of oil and natural gas . Despite its economic importance to the State of Rio de Janeiro and Brazil, this region has no tradition of research and development of local technologies and local businesses also features a reticent and skeptical view about the role of the academy. The Laboratory for Innovative Enterprises, a little over two years, has worked not only in order to transform the regional culture, as well as in capacity building and training of local businesses, with promising results.