Perspectivas da indústria de Petróleo e Gás da Bacia de Campos: O cenário de desenvolvimento científico e tecnológico

Número: 
3034
Código do trabalho: 
T12_0500_3034
Resumo: 
Atualmente, na sociedade da informação e do conhecimento, a capacidade de inovação das empresas, o apoio ao desenvolvimento científico e tecnológico e uma boa infraestrutura podem ser apontados como fatores críticos à competitividade de um território. A indústria petrolífera gera um forte impacto na sociedade, tendo em vista que os principais hábitos de consumo dependem de produtos derivados do petróleo, ou de serviços que dependem desta fonte de energia. No entanto, podemos perceber que a economia está cada vez mais baseada no conhecimento, e não apenas nos recursos, ou fatores de produção clássicos. Isso significa que, mais importante que possuir grandes reservas de petróleo, as regiões precisam investir em conhecimento, dando maior ênfase à pesquisa, desenvolvimento e inovação, como solução para gerar vantagens competitivas frente outros países ou regiões. Esta necessidade fica clara se observarmos o crescente interesse dos governos para inserir nas políticas públicas o incentivo à inovação e desenvolvimento de novas tecnologias. No Brasil, os investimentos para o pré-sal caracterizam a oportunidade de elevar o país a um novo patamar no cenário econômico mundial. Em especial, parte deste investimento deve passar pela Bacia de Campos, onde hoje está concentrada a maior parte da produção nacional de petróleo (aproximadamente 85%) e consequentemente o maior Know-how tecnológico do setor. Neste sentido, o presente artigo busca avaliar o cenário da Bacia de Campos sob uma ótica dos potenciais para inovação, e identificar possíveis oportunidades para o desenvolvimento científico e tecnológico, com foco em maximizar os resultados e ampliar a perspectiva de riquezas para toda região.
Abstract: 
Currently, in the information and knowledge society, the innovation capacity of companies, the support for scientific and technological development and a proper infrastructure can be mentioned as critical factors to the competitiveness of a territory. The oil industry generates a powerful impact on society, considering that the main consumption patterns are dependents of oil derivates or services that depend on this energy source. However, we realize that the economy is increasingly based on knowledge, not merely in resources or classical factors of production. This means that more important than having large oil reserves, the regions need to invest in knowledge, giving greater emphasis on research, development and innovation as a solution to generate competitive advantage against other countries or regions. This need becomes clear if we observe the growing interest of governments to enter into public policies promoting innovation and development of new technologies. In Brazil, investments for the pre-salt layer featuring the opportunity to raise the country to a new landing in the global economy. In particular, part of this investment must go through the Bacia de Campos, which is currently focused most of the national oil production (about 85%) and consequently the greater technological know-how of the industry. In this regard, this article seeks to assess the scene of the Bacia de Campos in a perspective of potential for innovation, identifying possible opportunities for scientific and technological development, focused on maximizing the results and broaden the perspective of wealth throughout the region.