AS AÇÕES DE PREVENÇÃO DE DOENÇAS OCUPACIONAIS EM EMPRESAS CONSTRUTORAS DE EDIFÍCIOS: UM ESTUDO EXPLORATÓRIO

Número: 
2902
Código do trabalho: 
T12_0493_2902
Resumo: 
As ações de prevenção às doenças ocupacionais são fatores contribuintes para a redução das elevadas taxas de acidentes do trabalho, particularmente no setor da construção civil. Embora sua importância, trata-se de um assunto pouco explorado por estudiosos do setor, já que as pesquisas acadêmicas têm o foco mais voltado para a segurança do trabalho, ou seja, para os eventos que resultam em lesões traumáticas. Este artigo se propõe a identificar e descrever um conjunto de ações empregadas na prevenção de doenças ocupacionais. Para tanto, realizou-se um estudo de natureza exploratória em uma empresa de construção de edifícios, por meio de entrevistas com profissionais de diferentes áreas, análise de documentos e registros fotográficos. Ao todo foram identificadas nove ações de prevenção às doenças ocupacionais: planejamento e controle por meio de Programas exigidos pela legislação, monitoramento das condições de saúde dos trabalhadores via exames médicos, realização de campanhas de vacinação, iniciativas para educação em saúde ocupacional, emprego de dispositivos visuais, disponibilização de tratamento odontológico nas obras, análise ergonômica do trabalho, colaboração dos engenheiros de obras e acompanhamento de tratamentos médicos. O estudo verificou uma tendência de transferência de responsabilidade pelas ações de saúde para os profissionais ligados à Engenharia de Segurança, quando poderiam ser absorvidas pelos profissionais de Medicina do Trabalho.
Abstract: 
Prevention actions towards occupational diseases strongly contribute to the reduction of elevated taxes of accidents in the job, especially in the sector of civil construction. Despite its importance, it's a little explored by the sector, once academic research has a focus on job safety, that is, for events that result on traumatic injuries. This article aims to identify and describe a group of actions employed on preventing occupational diseases. To accomplish so, a study of exploration nature was made at a building company, through interviews with professionals from different areas, as well as analysis of documents and photo data. All in all nine actions were identified to prevent occupational diseases: planning and control through programs demanded by legislation, health condition monitoring by medical exams, vaccination campaigns, initiatives on education of occupational health, visual aids, dental treatment availability at building sites, work ergonomic analysis, engineers' cooperation and medical treatment follow-up. This study verified a tendency on transferring health-related responsibility to the professionals of Safety Engineering, while, on the first hand, it's supposed to be dealt with by the professionals of Work Medicine.